Caminhar ao ar livre ou na esteira? Qual é melhor?

imagem ilustrativa mulher caminhando

Caminhar ao ar livre ou na esteira?

Artigo Oficial no site Vya Estelar

Por Milena Liste   

Fazer caminhada ao ar livre ou na esteira? Vamos ver qual é melhor?

Outro dia, apostei com meu namorado uma corrida de 200 metros. Como tenho costume de treinar meu aeróbico (ou atividade cardiovascular) em esteira.

Iniciei meu treino ao ar livre, em pista ou ruas da cidade e adicionando “tiros” ou aumentos de velocidade de curtas distâncias.

Sempre, mas sempre, me pergunto qual ou para que serve esse ou aquele exercício.

Pois bem, caminhar ao ar livre reduz mais a ansiedade do que caminhada indoor? Traz mais benefícios?

De acordo com *pesquisa realizada por um grupo de indivíduos, logo após uma caminhada num cenário de natureza invejável, a resposta é sim.

Contato com a natureza, ar puro, atividade em grupo, maior socialização, além de estar gastando calorias… Então não há índices melhores.

Ao analisar o estudo, após a caminhada, foi entregue aos participantes um questionário de satisfação.

Num cenário deslumbrante de montanhas austríacas, mas, é possível prever os resultados dessa pesquisa.

Mas, posso também citar uma pesquisa que realizei na Corpore após uma corrida organizada pela instituição.

Nível de satisfação pessoal, redução de ansiedade, maior sociabilização, emagrecimento, foram alguns pontos positivos da corrida de rua na cidade de São Paulo.

Então, como explicar por que alguns atletas amadores têm preferência por treino em esteiras?

Algumas respostas: facilidade, controle de velocidade, temperatura ambiente controlada (se inverno, sala com temperatura agradável, se verão, ar-condicionado) e reduz o stress.

Ainda, e se você necessita caminhar rotineiramente, de modo constante, em intensidade moderada, no plano; precisa perder peso porque seu estresse está relacionado ao aumento de peso?

A caminhada na natureza vai servir para reduzir sua ansiedade, e vai trazer mais benefícios?

Então, e se você apostou uma corrida com o namorado e precisa correr rápido 200 metros? 

Vai ser melhor a caminhada ao ar livre? Para as duas situações acima, depende…

Claro, que estou radicalizando, mas existem prós e contras nessa empreitada.

Prós:

  • ar puro;
  • contato com a natureza;
  • percurso variável, com subidas, descidas, escaladas, um treinamento funcional perfeito.

Contras:

  • não há como, no dia a dia, e para quem vive nas cidades, caminhar ao ar livre rotineiramente;
  • para quem tem certas patologias como cardiopatia, problemas articulares e musculares, porque não há como manter um padrão para reduzir índices como colesterol, glicose e a pressão arterial etc;
  • não há ritmo constante;
  • para quem gosta de caminhadas indoor, a esteira também, porque reduz estresse além da ansiedade;
  • pode parecer piada, mas em cidades violentas, risco de segurança ao caminhar na mata.

Ainda, sigo minha questão inicial, seja o treino de **espacate para bailarinas, ou, por exemplo, o treino de salto em altura para atletas e etc:

Caminhar ao ar livre, sempre que possível, caminhar na esteira, sempre que necessário.

Nenhuma atividade e melhor que a outra, mas, sim todas são adequadas.

*Segundo o estudo austríaco abaixo, caminhadas longas podem melhorar o humor e reduzir a ansiedade, mas os benefícios são ainda maiores quando ocorrem ao ar livre.


Affective responses in mountain hiking—A randomized crossover trial focusing on differences between indoor and outdoor activity For Exercise, Nothing Like the Great Outdoors – NYTimes.com

** Espacate, espargata ou espagata (do italiano spaccata) é um movimento ginástico que consiste em abrir as pernas de modo que estas formem um ângulo de 180° e fiquem paralelas ao solo. Fonte Wikipedia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.