Postura ou atitude postural…

Design sem nome (11)

Postura – Existe uma ideal?

Nessa minha trajetória de amor e dedicação ao corpo humano tive vários ensinamentos valiosos durante o aprendizado. Você pode não acreditar, mas quando escutei de um professor na Faculdade de Educação Física de Sorocaba, em 1992, meu conceito de “fazer ginástica “ se modificou…

Um deles é que o músculo sempre puxa, ele não empurra, isto é, a função do músculo é contrair e não se alongar. O que ocorre durante o passar dos anos é que ele pode se atrofiar no envelhecimento (ou alguma lesão) e perder a força ou seja essa capacidade de contrair. 

Então, no corpo temos músculos na parte da frente do corpo, músculos anteriores, músculos na parte de trás do corpo, músculos posteriores, músculos na parte do meio do corpo, músculos mediais e da parte de lado de fora do corpo, os músculos laterais. Cada um se contrai para gerar o movimento desejado.

Tive um insight ( ou intuição) quando assisti o vídeo do Michael Jackson “thriller “ que eram monstros e um  esqueleto dançando. É lógico que o vídeo era uma ficção,mas o interessante foi perceber que o esqueleto estava dançando. Na verdade, por si só o esqueleto nao sai um centímetro do lugar, não fica em pé, não anda. Sendo assim, quem se insere no esqueleto é que produz os movimentos.

Eureca! Descobri o mundo 🌍 , inventei a roda e a eletricidade …São os músculos que se fixam nos ossos e quando fazem a sua ação de contrair eles movem ou mexem ou o mantém parado o esqueleto. Portanto a nossa postura é relacionada essencialmente a nossa musculatura e aos grupos musculares que se inserem nos ossos desde a cabeça aos pés.

Sabendo isso vamos discutir hoje sobre a postura, a qual didaticamente dividimos em postura entre estática e dinâmica.

De acordo com Léopold  Busquet, a postura estática como próprio nome diz é a postura parada, onde na estática, fascias musculares (capa de tecido de colágeno, o tecido conjuntivo) e grupos musculares atuam para manter o esqueleto parado. Ele considera a responsabilidade das fascias primordial para a manutenção do esqueleto em pé. Segundo ele, nem os melhores engenheiros iriam imaginar um plano melhor que o do corpo humano em pé. Portanto,há gasto de energia para a função estática. Para a postura estática em pé não existe um modelo correto ou ideal, porque isso depende da idade do sexo da raça e outras outros fatores cognitivos. Personalidade, cultura, região geográfica podem influenciar as atitudes posturais das pessoas e até perpetuar no indivíduo esse “print” (ou postura).

Segundo Madame Godelieve Denys Struyf (método GDS*), uma iniciadora do método de cadeias musculares,  o que se sabe é que a postura do corpo humano é uma linguagem, exprime algo que as palavras não conseguem transmitir. Madame Godelieve, usa o termo pulsão corporal àquele “print” de postura. São as chamadas atitudes posturais, de medo, fuga, luta, alegria, desânimo entre outras sensações.

A postura deve vencer obstáculos, o primeiro obstáculo é ação da gravidade o outro é fugir das dores que o corpo pode apresentar.

Este primeiro obstáculo que é a ação da gravidade, os músculos e fascias devem se contrair ao sentir a força da gravidade. 

Vamos imaginar uma pessoa A que tem a tendência de ficar olhando para baixo comparando com uma pessoa B que fica olhando para cima e lá na frente? Como serão as posturas delas? Minha resposta é: Não sei. Mas posso imaginar algo assim:

Cadeias anteromedianas
Philippe Campignion
Cadeias Posteromedianas
Philippe Campignion

Vale ressaltar que nenhuma postura é melhor que a outra. Mas, você já parou para pensar o por  quê dessas posturas? Para vencer a ação da gravidade e também como resposta frente a algum estímulo externo ou interno*.🤔🤔🤔

*Para saber mais, recomendo a leitura dos seguintes livros: GDS/ cadeias musculares

No cotidiano, analisamos as posturas dinâmicas nos ambientes de trabalho e no lar.

As posturas adquiridas em ambiente de trabalho, de acordo com a ergonomia (estudo de técnicas aplicadas para saúde no trabalho) visam minimizar as lesões por esforço repetitivo, diminuir o estresse e indiretamente aumentar a produtividade. Postura sentada em frente ao computador, postura em pé realizando alguma atividade laboral, postura conduzindo um automóvel entre dezenas de outras não relacionadas devem ser minuciosamente estudadas e ajustadas ao trabalhador. Neste contexto, surgiu a norma regulamentadora número 17 do Ministério do Trabalho e do Emprego, regulamentada pela portaria número 3.124  de 8 de junho de 1978 chamada de NR 17.  

https://www.saudeocupacional.org/2017/01/a-importancia-da-ergonomia-no-ambiente-de-trabalho-nr-17

As principais posturas e ambiente de trabalho foram observadas em posição sentada usando as mãos e punhos e dedos na digitação,observação da postura da cabeça e ombro nessas atividades  e posturas laborais em posição em pé,onde cabe ao empregador a obtenção de um laudo ergonômico para assegurar a saúde do trabalhador.

Um profissional habilitado em ergonomia tem a capacidade de avaliar a correta posição do corpo no ambiente de trabalho. 

Além de todas essas posturas , existem as posturas em ambiente domiciliar.

Os campeões de lesões músculo esqueléticas são:

Lavar, pendurar e passar roupas,

Ficar em pé nas tarefas domésticas 

Dormir em posição inadequada,

Ficar esparramado no sofá horas assistindo televisão,

Uso prolongado de celulares e computadores.

Ergonomia para dormir

https://www.casadaergonomia.com.br/trabalhar-com-ergonomia-em-casa/

https://www.ergotriade.com.br/single-post/2016/07/28/6-dicas-ergon%C3%B4micas-para-donas-de-casa-e-empregadas-do-lar

Existe um termo na área da saúde que é “Postura antalgica”.

Essas posturas são mais visíveis em nossos animais domésticos, quando eles se machucam, mudam totalmente o jeito de andar e de ficar em pé. Nos homens isso não é diferente, pois quando você tem uma dor por artrose na mão, no dedo, no quadril, dor na coluna,dor no pescoço, dor no ombro, dor no braço ou dor no joelho mudam a postura para evitar dor ou desconforto.

Um outro caso de alteração de postura ocorre quando uma pessoa sofre um acidente vascular cerebral  (AVC). Aemnde uma parte do corpo estar paralisada a outra tem que se esforçar mais e aonde sentir dor, vai se deformando.

 Se você tiver alguns minutos, você pode observar algumas partes do seu corpo como mãos,dedos,dedos dos pés ou até mesmo o quadril e joelho que você não apoia ou use corretamente justamente por que sente dor e está fugindo da dor. O maior problema da postura antalgica é que mais uma vez você forçar um determinado grupo muscular e o outro grupo muscular não funciona saindo do seu eixo de postura adequada.

Um dos fatores mais importantes sobre a postura é avaliação da postura de acordo com a idade. Na técnica do GDS, existe uma figura básica do ciclo de vida, ciclo de tratamento e ciclo de evolução do ser humano onde é demonstrado desenvolvimento postural até a velhice.

Composição corporal, índice de densidade mineral óssea e porcentual de massa magra são alguns dos fatores das alterações posturais de acordo com a faixa etária (além dos aspectos psicossociais).

Aspectos Biomecânicos
Philippe Campignion

Para concluir, profissionais de educação Física e fisioterapeutas se realizam avaliação postural de um indivíduo levando em conta os seguintes aspectos, resumidamente em vista anterior:

Posição ortostática ou em pé,cabeça eretar alinhada,olhar ao infinito,ombros alinhados e eretos,coluna ereta, quadril alinhado, joelhos alinhados e pés paralelos. Este modelo é um padrão de ideal, mas como foi visto acima, nos somos uma somatória de fatores físico e emocionais sobre um esqueleto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.